terça-feira, 30 de agosto de 2016

TROVIA - SETEMBRO DE 2016



Inesquecíveis

Tenho duas grandes provas
de que Deus muito me quer:
deu-me o dom de fazer trovas
e me fez nascer mulher!
Augusta Campos

Teus olhos, contas divinas,
por falsos, minha alma os teme.
– São iguais às turmalinas
no destino de Paes Leme...
Célio Grünewald

Carteiro, ao fazer a entrega
das cartas, de porta em porta,
o pranto e o riso carrega
nos segredos que transporta.
Jacy Pacheco

Eu faço versos assim
como quem respira ou canta:
a poesia nasce em mim,
como do chão nasce a planta.
J. G. de Araújo Jorge

Se a vida, nos rios, nada;
nos galhos, brinca e balança,
podemos plantar na estrada
um novo pé de esperança.
José Lucas de Barros

Que todo coração bate
estou farto de saber.
O meu, cruel disparate,
apanha em vez de bater!
Lourival Passos

Tu nem me vês quando eu passo;
mas, num doce atrevimento,
sem que saibas eu te faço
carícias em pensamento.
Lucy Sother Rocha

Dos pobres velhos não zombes,
respeitá-los é agir bem;
porque às vezes, nesta vida,
se fica velho também!...
Nidoval Reis

Sei que é tarde, não me iludo,
e o que mais me dói agora
é pensar que tive tudo
que acabei jogando fora...
Nydia Iaggi Martins

O que dói na minha idade
não é ver próximo o fim;
é ver que mesmo a saudade
já se despede de mim...
Osório Dutra

Muita gente se parece
com o vaga-lume, também:
– Seu brilho só aparece
onde não brilha ninguém.
Peri Ogibe Rocha

Minha mãe era tão bela,
alva, de olhos tão azuis,
que o povo dizia a ela:
– Senhora, cadê Jesus?
Rodolfo Coelho Cavalcante

-------------------------
Brincantes

O velho tudo trocava
(de namorada, também).
– Como vassoura – explicava –,
a nova é que varre bem!
Adélia Woellner – PR

Despido, ao lado da cama,
me peguei a me indagar
– Tendo nas mãos o pijama,
devo vestir ou guardar?
Amilton Maciel – SP

– Quando saiu… a maninha
foi com “mãinha” ou foi só?
– Sei não! Mas voltou “mãinha”,
quando chegou do forró!
Jaime Pina da Silveira – SP

– Quem vem lá? Pelo alarido
ela sabe, rapidinho:
se o cão latir, é o marido;
se fizer festa... é o vizinho!
José Ouverney – SP

Um sujeito extravagante
com “cc” meio bodoso
bebia desodorante
para suar mais cheiroso...
Maria Nascimento – RJ

Mostra o sábio o que destaca
do burro a paca, e sussurra:
– é que o burro sempre empaca,
e a paca jamais emburra...
Osvaldo Reis – PR

Sem ver que a noiva chegava,
pediu à prenda um arrocho.
E o olho que faiscava
transformou-se em olho roxo!
Pedro Ornellas – SP

Zerou no vestibular!!!
Com vergonha, ela tremeu.
Disse ao pai pra disfarçar:
– Sabe a última?... Sou eu!
Therezinha Brisolla – SP

====================
Líricas e filosóficas

Anoitece. Bela e nua,
começa a rosa a orvalhar-se...
Um raiozinho de lua
virá com ela deitar-se.
A. A. de Assis – PR

A liberdade prospera
onde existe honestidade.
Muito mais que uma quimera,
ela é a expressão da verdade.
Agostinho Rodrigues – RJ

Deus se desdobra no amor
e deixa o ventre bem farto
quando a mãe dá com fulgor
mais de uma luz num só parto.
Aílto Rodrigues – RJ

Céu! Estrelas! Mar profundo!
Apenas com um pincel,
desenha-se o vasto mundo,
ou um barco de papel!
Alberto Paco – PR

Neste encontro inesperado,
vamos brindar a nós dois.
Primeiro, o beijo guardado...
o vinho eu peço depois!
Almira Guaracy Rebelo – MG

Namorei sonhos distantes,
que senti, mas não toquei;
e até dos sonhos errantes,
confesso: também gostei!
A.M.A. Sardenberg – RJ

Delírio é lira do poeta,
a rima do trovador.
É liturgia completa,
quer na alegria ou na dor.
Andréa Mota – PR

Felicidade é encanto
que se vive por um triz,
mas celebro, por enquanto,
apenas o que Deus quis.
Antonio Cabral Filho – RJ

Nunca supus que a saudade
tivesse um tiro certeiro.
Em vez de matar metade,
me matou foi por inteiro.
Antonio Colavite Filho – SP

Faço versos com carinho,
mas a musa, intrometida,
quer mexer, e faz beicinho,
na minha Trova da Vida.
Ari Santos de Campos – SC

Já velhinho, sonha ainda,
mantendo o brilho no olhar,
que a juventude só finda
quando é impossível sonhar!
Carolina Ramos – SP

Por que não curtir saudade,
que é parte do nosso ser?
– Saudade não tem idade,
fica em nosso entardecer.
Cônego Telles – PR

El primer Nobel del mundo
jamás ha sido entregado,
fue El de Paz y amor profundo;
ganador? Jesus amado!
Cristina Olivera Chávez – EUA

Por ironia da vida,
aprendi tarde demais:
quando encontrei a saída,
eu não precisava mais,
Dáguima Verônica – MG

Cem vezes tu repetiste
que me amavas loucamente...
Cem vezes tu me mentiste
e cem vezes eu fui crente!
Delcy Canalles – RS

Revejo o passado e penso,
sem surpresa e sem espanto,
que o tempo, às vezes, é o lenço
com que Deus me enxuga o pranto...
Domitilla Borges Beltrame – SP

Mesmo que a Terra se mude
e os montes vão para os mares,
Deus é refúgio e quietude
na angústia em que te encontrares.
Dorothy Jansson Moretti – SP

Nos vales ou nos outeiros,
levando a luz da instrução,
escolas são candeeiros
que aplacam a escuridão.
Eliana Jimenez – SC

Tataravó dos poemas,
a toda hora se inova.
– Não importa quais os temas,
todos cabem numa trova.
Eliana Palma – PR

Meu beijo tem a fragrância
dos perfumes da amizade,
mas... dado assim à distância
tem mais sabor de saudade!
Elisabeth Souza Cruz – RJ

Sonho com Deus pequenino...
Ele brincando comigo!
Quem brinca com Deus menino,
tem, para sempre, um amigo.
Evandro Sarmento – RJ

Sempre sozinha, aos farrapos,
mas de rosário na mão...
A fé tecida entre os trapos
remendava a solidão!
Francisco Garcia – RN

Todo indivíduo que é tolo,
mas que de sábio se arvora,
é tal um pão sem miolo...
só tem a casca por fora!
Francisco Pessoa – CE

No emaranhado dos fios
dessa história mal tecida,
encontrei nos desafios
a minha linha da vida.
Geraldo Trombin – SP

Refém de ti, não recuo,
réu do amor que me corrói:
cada sonho que construo,
tua apatia destrói...
Gilvan Carneiro – RJ

Uma luz incandescente
emana de forma nova
quando alguém declama e sente
todo o prazer que há na trova.
Gislaine Canales – RS

Hoje trago na lembrança
uma dor que sobrevive
num fiapo de esperança,
pelo amor que nunca tive.
JB Xavier – SP

Fazer as pazes... Presente
melhor a dar a um irmão
é desfraldar, complacente,
a bandeira do perdão.
Jeanette De Cnop – PR

Vão-se a tristeza e amargura
e adentro num paraíso,
quando me rendo à ternura
e encanto do teu sorriso.
Jessé Nascimento – RJ

Quando a mente se alvoroça
e vocifera no entulho,
arremeda uma carroça:
mais vazia...mais barulho.
João BX Oliveira – SP

Não há dizer que defina
o doce amor da mulher;
quando toca, mescla, ensina,
faz do homem o que quer.
Jorge Fregadolli – PR

Na aliança nunca desfeita,
alma e corpo te entreguei:
juntei a ideia perfeita
ao passo maior que eu dei.
Josafá Sobreira da Silva – RJ

Quero achar o GPS,
neste mundo de maldade,
que me diga que conhece
onde está a felicidade...
José Fabiano – MG

Uma chave carregamos,
porta de um mundo melhor,
entretanto não largamos
a muleta de um pior.
José Feldman – PR

Nesta vida é quase nada
o tempo de uma alegria:
o orvalho da madrugada
não dura até meio-dia.
José Lira – PE

Que destino terá feito
a que me dizia sim?...
Terá saudades no peito,
ou perguntará por mim?
José Marins – PR

Bendigo a lágrima doce
da chuva que cai lá fora.
Bom seria se assim fosse
o pranto que a gente chora!
José Valdez – SP

Se não me dás teu carinho,
se não me queres amar,
sou barco triste e sozinho,
que já não quer navegar.
Luiz Carlos Abritta – MG

Nunca mostres apatia
diante da luta na vida,
mas brinda com simpatia
e a inércia será vencida!
Mª Luíza Walendowski – SC

Guardei teu rosto, teus traços,
dentro da alma dolorida,
e aquele instante em teus braços
que valeu por uma vida!
Mª Thereza Cavalheiro – SP

Pelas ruas, no passado,
nos realejos risonhos,
um periquito amestrado
passava vendendo sonhos.
Marina Valente – SP

As marcas do teu batom,
deixadas no meu cristal,
têm sabor e têm o dom
de um grande amor, no final.
Maurício Friedrich – PR

Deus, com seus poderes plenos.
fez todos homens iguais.
Mas sabe que valem menos
os que pensam valer mais...
Milton Souza – RS

Enquanto espero a velhice
eu passo a vida trovando,
pois sei que é muita burrice
passá-la só lamentando.
Nei Garcez – PR

Foi o beijo que me destes
que meu rosto coloriu.
Não sei se passei nos testes,
mas meu coração sorriu.
Mifori – SP

Enquanto espero a velhice
eu passo a vida trovando,
pois sei que é muita burrice
passá-la só lamentando.
Nei Garcez – PR

Ficou mais lento o meu passo?
Caminharei mesmo assim.
Só temeria o cansaço
se me cansasse de mim...
Newton Vieira – MG

Prefiro a verdade dita
por amigo ou desafeto
a uma palavra fingida
de um adulador abjeto.
Nilsa Alves de Melo – PR

A rotina e os desencantos,
que fazem da vida um tédio,
têm alívio em nossos cantos
e, na trova, um bom remédio.
Olga Agulhon – PR

Em teu olhar fascinante,
meu coração se perdeu,
e mantém minha alma errante
plena do amor que é só teu...
Olga Maria Ferreira – RS

Nada recebe quem nega
dar amor ou coisa assim:
só colhe flores quem rega
dia e noite o seu jardim.
Olympio Coutinho – MG

Em vigília a vida inteira,
me trazendo lenitivo,
a Ilusão é uma enfermeira
que mantém meu sonho vivo...
Pedro Melo – SP

Tenho em meu peito guardada
para você, que me evita,
a alma um tanto magoada,
mas com ternura infinita.
Renato Alves – RJ

Nossas almas parecidas,
nossos sonhos se irmanando,
eu e tu, vidas vividas
tarde demais se encontrando!
Rita Mourão – SP

Desde criança a poesia
é a minha grande riqueza:
minha fonte de alegria,
minha eterna fortaleza.
Roza de Oliveira – PR

Tímido é o fogo abafado
– faísca ao pé do estopim...
Querida, estando ao teu lado,
eu tenho medo de mim!
Sávio Soares de Sousa – RJ

A semente, pequenina,
sob a terra protegida,
é assinatura divina
no grande livro da vida.
Selma Patti Spinelli – SP

Grata sou profundamente
por ter na vida encontrado
o mais caro dos presentes:
bons amigos a meu lado!
Sinclair Casemiro – PR

Do nascer à despedida,
ele é sal e sol na estrada,
ele é luz em nossa vida,
sem amor não somos nada...
Sônia Ditzel Martelo – PR

Nesta vida, o que consola,
quando algo nos acontece
é ver que o que nos amola,
com o tempo se espairece.
Talita Batista – RJ

Coração, nunca te emendas!...
És de fato um sonhador.
Até nas duras contendas
tu vês motivos de amor!
Thalma Tavares – SP

Meu tempo tornou-se esparso...
Por mais que tente retê-lo,
nem com tintura disfarço
o cinza do meu cabelo.
Vanda Alves – PR

Por mais que o progresso iluda,
deturpe e inverta valor,
o que Deus fez ninguém muda:
amor será sempre Amor.
Vanda Fagundes Queiroz – PR

No lento passar das horas,
em insônia e devaneio,
contei inúteis auroras
à espera de quem não veio.
Wanda Mourthé – MG

==============================
Visite:
=====================================